Rádio Web Froc já está no ar

Rádio Web Froc já está no ar

Mais uma vez, a Fundação Rio das Ostras de Cultura (Froc) inova e lança a sua Rádio Web, que tem como objetivo principal, valorizar e prestigiar os artistas e músicos da região que têm pouco espaço para apresentar seus trabalhos autorais. Além disso, esse novo canal de comunicação, vai servir para ampliar a divulgação das ações promovidas pela própria Fundação e de outras produções artístico-culturais. Para sintonizar a rádio, basta entrar no site www.fundacaoriodasostrasdecultura.rj.gov.br.

A princípio, a programação é restrita ao horário das 7h às 24h e conta com programas variados produzidos pela equipe de comunicação da Froc e seleções musicais dos mais variados ritmos. Dentre os programas que são divulgados na rádio estão “O Som da Cidade”, voltado especificamente para os músicos da região mostrarem suas composições autorais; o “FrocCast”, que é o podcast cultural que fala sobre as ações e serviços da Fundação; e o “Toque Musical”, que trata temas específicos sobre determinados assuntos. Por conta do período das festas de Momo, o primeiro programa tem um conteúdo que mostra um momento histórico do Carnaval Brasileiro e conta uma seleção de músicas carnavalescas para todos os foliões.

De acordo com a equipe de criação da rádio, a previsão é de que novos programas sejam produzidos para fazer parte da programação. “Dentre as ideias que temos, pretendemos criar um noticiário jornalístico, entrevistas e programetes diversos com curiosidades do mundo musical. Também pretendemos levar o Projeto Soul da Casa para dentro da rádio, dando oportunidade para as pessoas que não tiveram como ir ao teatro popular assistir aos shows de ouvir os nossos talentos da região. Outra ideia é criar um programa projetando um áudio drama (antiga rádio novela), mas esse é um projeto bem mais para frente”, explicou o técnico de Marketing da Fundação, Remy Gillet.

O cantor Rodrigo Pontes, que está na programação do Som da Cidade com a música “Amor uma Flor”, está empolgado com espaço dado pela rádio web aos artistas da região. “A música é muito atuante na nossa cidade e o Som da Cidade é uma ótima oportunidade que a Fundação de Cultura está dando para os músicos mostrarem sua arte. Você que ainda não mandou sua música, mande logo!”, avisou.

Na programação do Som da Cidade com a música “Mais Café”, Micha Devellard elogiou mais essa ação da Fundação de Cultura. “Quando eu soube da Rádio Web Froc, fiquei muito, mas muito feliz, pois vejo mais uma oportunidade dos artistas da cidade, que são muitos e totalmente talentosos, de mostrarem seus trabalhos. Saber que nossas músicas podem ser apreciadas no cotidiano das pessoas  aquece o coração. Parabéns a Fundação de Cultura que vem fazendo a diferença no cenário artístico cultural de Rio das Ostras”, contou.

Para o músico Bruno Pirozi, essa iniciativa vai beneficiar muito a classe artística da região na divulgação do trabalho. “Mais uma vez a Fundação Rio das Ostras de Cultura cria uma ferramenta que dá vitrine ao artista local. A Rádio Froc é uma iniciativa fantástica e criativa que motiva, nós, artistas. Já estou preparando meu material e vou divulgar para o máximo de pessoas possível para que, não só a minha, mas, o máximo de músicas de cantores riostrenses seja apresentado para a população”, declarou.

SOM DA CIDADE – A Fundação Rio das Ostras de Cultura publicou uma chamada pública para selecionar material artístico (música) para compor também a programação, de forma randômica, da Rádio Web Froc, no Som da Cidade. Os interessados em se inscrever devem ser maiores de 18 anos e podem encaminhar quantos materiais desejarem. Caso o autor seja menor de idade, ele deve estar devidamente representado por seu responsável legal. As inscrições estão abertas e podem ser feitas até às 23h59 de 31 de dezembro de 2024, horário de Brasília.

As inscrições devem ser feitas no e-mail radiowebfroc@gmail.com e devem conter cópia da carteira de Identidade,  do CPF, e um portfólio contendo a comprovação de, no mínimo, um ano de atuação social/profissional nas áreas artística e cultural no Município de Rio das Ostras, ou comprovante de residência,  que ateste o mesmo período, em conformidade com a Lei nº 2.051/2017. Além disso, deve anexar também o material fonográfico em formato mp3, com qualidade de gravação, que possibilite a veiculação pública.

Compartilhe essa notícia:

Share on facebook
Share on linkedin
Share on twitter
Share on email

Veja também...