Rocha Leão recebe visita técnica da equipe do Programa “Laboratório de Cidades Criativas”

Representantes do Projeto Rua Walls visitaram a Praça do Trem e conversaram com a comunidade

Uma equipe da Rua Walls, que será responsável pela revitalização e transformação da Praça do Trem, em Rocha Leão, dentro do Programa “Laboratório de Cidades Criativas”, visitou a localidade, na última semana, para dar continuidade aos trabalhos de elaboração do projeto para o espaço.

No encontro, a equipe realizou entrevistas com a comunidade para saber a sobre questões históricas do local, além de produzir fotos e vídeos para finalização da iniciativa. De acordo com Caíque Torreão, realizador do projeto de urbanismo tático Rua Walls, que atua de forma pioneira na região portuária da cidade do Rio, a ideia é conseguir informações detalhadas para completar o estudo que está sendo feito para a localidade. “O nosso objetivo é ouvir as pessoas para saber das suas necessidades, conhecer um pouco da história da região e, dessa forma, fazer um projeto que promova uma verdadeira integração entre a nova praça e a comunidade”, explicou.

De acordo com a presidente da Fundação Rio das Ostras de Cultura, Cristiane Regis, o Município vai se beneficiar com esse Programa. “Rocha Leão vai ganhar uma nova Praça, inteiramente revitalizada e moderna com essa intervenção. Continuaremos buscando junto a Secretaria de Estado de Cultura e Economia Criativa outras conquistas para a nossa Cidade”, declarou.

“LABORATÓRIO DE CIDADES CRIATIVAS” – O Município foi contemplado no Programa “Laboratório de Cidades Criativas”, que busca a transformação Social e a democratização do acesso à cultura e as artes a partir de uma ressignificação da cultura como agente de desenvolvimento e promotora da erradicação da pobreza, democracia, participação social, consumo responsável, educação, aquisição de novas habilidades e formação do senso crítico.

Na Praça do Trem, em Rocha Leão, a finalidade é promover ações de intervenção urbana, revitalização e ocupação cultural em praças públicas. A reestruturação dos espaços será feita com técnicas de urbanismo tático — em que a população local é protagonista do processo de reapropriação do espaço urbano —, e Retrofit, um tipo de modernização espacial realizada no espaço sem retirar seus elementos originais históricos e arquitetônicos. Os impactos dessas transformações incluem uma dinâmica social que valoriza as territorialidades, a inteligência coletiva e uma melhor qualidade de vida, segurança e bem-estar da comunidade e seu entorno. No local serão instalados kits de mobiliário urbano e realizada pinturas instalativas.

Compartilhe essa notícia:

Share on facebook
Share on linkedin
Share on twitter
Share on email

Veja também...

Cultura

Rádio Web Froc ultrapassa os 50 mil ouvintes

Com apenas quatro meses no ar, pode-se dizer que a Rádio Web Froc é um sucesso, principalmente de audiência. Neste período o número de pessoas