Froc cria o Projeto “Sambaqui e Ali” e é contemplada em edital do Governo do Estado

A cultura não para em Rio das Ostras e, graças ao trabalho da Fundação de Cultura, o Carnaval 2023 vai ser ainda mais animado na Cidade com a criação do Projeto “Sambaqui e Ali”, que será formado por músicos do Município, em especial alunos, ex-alunos e professores do Centro de Formação Artística que fazem parte da Orquestra Sambaqui.

Por conta dessa criação, a Fundação foi contemplada em uma das categorias do Edital de Blocos nas Ruas do Pacote de Folia RJ da Secretaria Estadual de Cultura e Economia Criativa do Estado do Rio de Janeiro.

Dentre os objetivos do Projeto “Sambaqui e Ali”, está a descentralização e promoção de eventos, serviços e ações culturais para garantir o acesso da comunidade em vários pontos de Rio das Ostras. A ideia, inclusive, é realizar durante o carnaval, apresentações em Cantagalo e Rocha Leão, localidades mais distantes do Centro. Além disso é uma forma de valorizar e dar uma maior visibilidade aos músicos locais, bem como manter viva a tradição das marchinhas de carnaval.

De acordo com a presidente da Fundação Rio das Ostras de Cultura, Cristiane Regis, o trabalho desenvolvido por meio da promoção de políticas públicas está cada vez mais difundido em Rio das Ostras. “Essa descentralização que procuramos fazer com a Cultura aqui no Município tem nos permitido ofertar, cada vez mais, ações para a população. O Projeto Sambaqui e Ali, por exemplo, vai permitir que crianças de Cantagalo e Rocha Leão façam uma oficina de iniciação musical sem que as pessoas precisem se deslocar até o Centro de Formação Artística. Dessa forma, podemos também revelar grandes e novos talentos na nossa Cidade”, destacou.

Para Mariana Ribeiro, integrante da equipe de elaboração do Projeto, a proposta “Sambaqui e Ali” visa demonstrar que a cultura em Rio das Ostras não tem apenas caráter turístico, como visto nos grandes eventos realizados nos bairros centrais. “Esse projeto tem também o propósito, como elemento essencial, aflorar o sentimento de pertencimento e identidade do nosso povo com a Cultura”, declarou.

CONTRAPARTIDA – Como uma das exigências da Secretaria de Cultura é transmitir os saberes e práticas do Bloco de Carnaval, a contrapartida do prêmio recebido no Edital Bloco nas Ruas RJ será promover uma Oficina de Iniciação/Sensibilização Musical nas localidades de Cantagalo e Rocha Leão.

As oficinas serão para crianças entre os 11 e 17 anos (idade de acesso aos cursos básico e técnico, respectivamente) do Centro de Formação Artística de música, dança e teatro), com duração de 20h, divididas em duas horas semanais. No conteúdo da Oficina, os alunos vão aprender sobre percepção musical, prática coral e iniciação à leitura e escrita musical.

Compartilhe essa notícia:

Veja também...

Cadastro realizado com sucesso

Cadastro realizado com sucesso